Igreja Evangélica Metodista Portuguesa

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Entrada Princípios Doutrinas Básicas

As Doutrinas Básicas

Texto retirado dos Estatutos da Igreja Evangélica Metodista Portuguesa

Os Padrões Doutrinais da Igreja Evangélica Metodista Portuguesa, daqui em diante referida como IEMP, são os seguintes:

A Igreja Católica e Reformada

A IEMP confessa e preza o seu lugar na Santa Igreja Católica (Universal) que é o corpo de Cristo. Rejubila na herança da Fé Apostólica e aceita lealmente os princípios fundamentais dos Credos Históricos e da Reforma Protestante.

A Missão do Metodismo

A IEMP recordará sempre que, na Providência de Deus, o Metodismo foi levantado para espalhar a santidade das Escrituras através do mundo pela proclamação de Fé Evangélica e afirma a sua constante resolução de ser fiel a esta missão divinamente outorgada.

Os Padrões Doutrinários

1. As doutrinas da Fé Evangélica que o Metodismo tem mantido desde o seu princípio e ainda mantém são baseadas na Revelação Divina registada nas Sagradas Escrituras. A IEMP reconhece esta Revelação como a Regra Suprema de Fé e Prática.

2. Estas doutrinas evangélicas que os pregadores metodistas se comprometem a anunciar estão contidas nas Notas de Wesley sobre o Novo Testamento e nos primeiros quatro volumes dos seus sermões.

3. As notas sobre o Novo Testamento e os 44 Sermões não devem ser entendidos como um sistema de teologia formal e especulativa imposta aos pregadores, mas como padrões de pregação e crenças que garantem lealdade às verdades fundamentais do Evangelho da Redenção e asseguram o testemunho da Igreja sobre a experiência cristã da Salvação.

Ministérios
1. Os ministros de Cristo na Igreja são mordomos da família de Deus e pastores do Seu rebanho. Alguns são chamados e ordenados para esta ocupação única e têm uma parte principal e orientadora nestes grandes deveres, mas não possuem um sacerdócio diferente em espécie daquele que é comum a todo o Povo de Deus e não têm direito exclusivo à pregação do Evangelho ou ao cuidado das almas.

2. Estes ministérios são partilhados por eles com outros a quem o mesmo Espírito dispensa diversamente os Seus dons como Ele quer. É convicção universal do povo Metodista que o oficio do Ministério Cristão depende da chamada de Deus que dispensa os dons do Espírito, a graça e o fruto que indicam aqueles a quem Ele escolheu.

3. Aqueles que a IEMP reconhece como chamados por Deus e, consequentemente, os recebe no seu ministério, serão ordenados por imposição de mãos como expressão do reconhecimento pela Igreja da sua chamada pessoal.

4. A IEMP mantém a doutrina do Sacerdócio de todos os crentes e, consequentemente, crê que não há sacerdócio que pertença exclusivamente a uma ordem ou classe particular de pessoas, mas no exercício da sua vida e culto comunitários são requeridas qualificações especiais para o desempenho de deveres especiais e, assim, é reconhecido o princípio da selecção representativa.

5. Por amor da ordem na Igreja e não porque haja qualquer virtude inerente no oficio dos presbíteros da IEMP, eles são, pela ordenação, separados para o Ministério da Palavra e dos Sacramentos.

Sacramentos

A IEMP reconhece dois Sacramentos, nomeadamente o Baptismo e a Ceia do Senhor, como sendo divinamente instituídos e de perpétua obrigação, os quais são privilégio e dever dos membros da IEMP receberem.

 

Registo

Registe-se para receber toda a informação actualizada.